A Moça Tecelã

 

“Acordava ainda no escuro, como se ouvisse o sol chegando atrás das beiradas da noite. E logo sentava-se ao tear.

Linha clara, para começar o dia. Delicado traço cor da luz, que ela ia passando entre os fios estendidos, enquanto lá fora a claridade da manhã desenhava o horizonte.”

A obra da escritora Marina Colasanti inspirou uma aula muito especial com os alunos dos 7ºs anos, que acompanharam atentamente a interpretação da professora Kátia, devidamente caracterizada para a atividade. A produção caprichosa proporcionou um clima aconchegante, incluindo uma poltrona, uma colcha de crochê e um tear no cenário da contação de história.  

A obra “A moça tecelã” traz como mensagem a possibilidade de tecer um recomeço a cada manhã que se renova, utilizando-se de um texto delicado e rico em metáforas e significados, que foi traduzido nesse encontro na Sala de Leitura.

Desta forma, enriquecendo a leitura com elementos que despertem o interesse pela obra, os alunos são estimulados a ler e ampliam seu repertório de vocabulário.

Deixe uma resposta