Uniforme escolar: razões para usar

O uniforme escolar é um item que proporciona segurança,  grande praticidade para os alunos e economia para os pais. Com certeza, usar diferentes roupas a cada dia torna-se caro e acaba estimulando o consumismo por meio da “competição” natural que existe entre os adolescentes, principalmente, que querem chamar a atenção dos colegas usando roupas diferentes e mais caras. A ideia não é essa, muito pelo contrário.

Os uniformes foram criados para simbolizar as cores, o nome, a tradição e o símbolo da escola. Assim, os alunos uniformizados deveriam manter um comportamento exemplar e zelar pela imagem das instituições, mesmo fora delas. Entre as décadas de 40 e 70, o uniforme de uma instituição conceituada era um símbolo de aceitação social, sendo o sonho de muitos alunos e pais. A partir da década de 90, as escolas, principalmente privadas, mudaram bastante os modelos de seus uniformes, fazendo roupas mais confortáveis e descoladas.

Atualmente, os uniformes continuam sendo um fator importante de padronização.  Seu uso desenvolve nos alunos, um sentimento de pertencimento ao grupo, fundamental no desenvolvimento psicossocial das crianças. A segurança proporcionada pelo uso do uniforme também é um fator de grande relevância ao facilitar a identificação dos alunos dentro e fora da escola.

Todos podem dar o seu toque fashion

Desde que não interfira nos modelos disponibilizados pelo Colégio, é possível incrementar o “look” com acessórios que combinam com seu visual. E o que não faltam são opções, que podem incluir lenços de cabelo, presilhas, colares, brincos, pulseiras, tiaras e até mesmo capinhas para celular. Afinal, tudo é uma questão de estilo.

Os alunos Orana Maria Vazquez Berlitz e Mateus Sanches Becklas, do Fundamental II, posaram para nossa matéria e concordam com o uso de uniforme. “A competição em sala de aula existe e é bom poder usar o uniforme, pois padroniza e cada um pode dar o seu toque pessoal”, comenta a “estilosa” Orana, que além dos acessórios, também pinta o cabelo.

 

Deixe uma resposta