29
- abril
2021
Ora bolas – movimento, energia e velocidade!

Uma bolinha de pingue-pongue é posicionada sobre uma bola de basquete. De uma certa altura as duas são soltas e caem praticamente juntas em direção ao solo, na vertical.  A bola de basquete toca no solo e transfere seu movimento para a bolinha de pingue-pongue, que sobe, adquirindo grande velocidade. *Será que é possível determinar a velocidade com que a bola de pingue-pongue é lançada para cima a partir desse simples experimento?*

Simples, mas com grande efeito, esta atividade motivou a discussão a respeito das transformações de energia, colisões e quantidade de movimento. Energia potencial gravitacional e elástica, cinética, térmica envolvidas, a quantidade de movimento de uma bola e outra e a sua conservação foram temas abordados.

Após a discussão, a turma do Núcleo de Ciências da Natureza da 1ª série do Ensino Médio partiu  para o cálculo da velocidade de lançamento da bolinha de pingue-pongue a partir do impulso da bola de basquete,  atividade que também contou com a participação dos alunos da Formação Geral. Para análise, os alunos sugeriram gravar o experimento em câmera lenta, o que auxiliou na verificação dos dados necessários para a obtenção do resultado.



Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.