10
- junho
2019
Química: campeonato de gotas

Para trabalhar polaridade, geometria e atração molecular, os alunos das 1ªs séries do Ensino Médio foram ao laboratório de Química realizar um inusitado “campeonato de gotas na moeda”. Esta atividade possibilitou que eles estudassem os conceitos de uma forma bastante divertida. O desafio? Quem conseguiria gotejar mais água na face de uma moeda.

De forma prática, realizando outros experimentos, também responderam algumas perguntas: dá para modificar o curso da água somente explorando sua polaridade? Será que um copo suporta mais água que sua capacidade? E assim por diante…

As forças de atração molecular atuam no líquido de diferentes formas e com diferentes intensidades e é justamente isso que  faz a superfície se comportar como uma película elástica, como borracha ou látex, dando resistência e sustentação à gota e causando um efeito muito bonito.

Devido à tensão superficial, alguns objetos mais densos que o líquido podem flutuar na superfície caso se mantenham secos sobre a superfície. Este efeito permite, por exemplo, que alguns insetos caminhem sobre a superfície da água e que poeira fina não afunde. A tensão superficial também é responsável pelo efeito de capilaridade, formação de gotas, e bolhas.

A Química pode proporcionar verdadeiros espetáculos. É preciso olhar com atenção e perceber o quanto ela está presente em nosso dia a dia criando imagens fabulosas.


Deixe uma resposta