26
- junho
2019
IV Festival de Cenas Curtas Morumbi Sul

O Festival de Cenas Curtas é um exercício interno do Curso de Teatro do Colégio Morumbi Sul que tem como objetivo uma preparação prévia para a Mostra de Teatro, agendada para o final do ano. Com ela os alunos experimentam o trabalho com texto e a divisão de personagens, familiarizando-se com esse tipo de atividade, que também facilita a compreensão e o desenvolvimento do grandioso trabalho a ser construído como finalização de curso.

Por se tratar de um exercício interno, os três elencos do grupo de teatro se revezam entre plateia e atores, podendo aprender com a prática e com a observação, além treinar desinibição e desenvoltura. O Festival é o primeiro contato com uma plateia que, nesse caso, é composta por colegas do mesmo grupo, o que contribui de maneira muito positiva para o seu desenvolvimento.

O Festival de Cenas Curtas do Colégio Morumbi Sul contou com a participação de todos os alunos matriculados no Curso de Teatro, desde o 1º ano do Ensino Fundamental até o Ensino Médio.

SOBRE A PROGRAMAÇÃO: Memórias
Este ano as cenas curtas se inspiraram nas memórias dos próprios alunos, baseando-se em fatos reais e na estética do Teatro Documentário.

“O resultado ficou incrível”

“É muito interessante observar que a temática central de cada turma tem relação com a faixa etária dos alunos e apesar das memórias serem individuais, houve unidade dentro desse inconsciente coletivo”, comenta a orientadora Vivi Gonçalves, orgulhosa de seus alunos.

A turma de Ensino Fundamental I trabalhou o tema “Infância” , com a apresentação intitulada “Vivendo o Desaprendendo…”, constatação que aconteceu durante o processo de criação segundo o qual, quando adultos, esquecemos/desaprendemos alguns saberes da infância.

A turma do Ensino Fundamental II encenou “Perda”, ressignificando as sensações originalmente trazidas pelas memórias com o título “Rir para não Chorar”.

A turma de Ensino Médio, muito crítica e empoderada, resolveu questionar cenicamente os padrões sociais impostos com “Padrão?”. O texto, cheio de mensagens, convidou a plateia a participar desse documento teatral.

Os destaques foram certificados como incentivo para o desenvolvimento cênico e reconhecimento de seu talento!


Deixe uma resposta